Brasil e China estudam pesquisar transgênicos em conjunto

Brasil e China devem formar uma parceria estratégia na área de biotecnologia. A proposta foi feita por autoridades brasileiras durante reunião dos ministros da Agricultura Kátia Abreu e Han Chiang, em que foram discutidas possibilidades de atuação conjunta no setor agropecuário.

De acordo com o divulgado pelo Ministério da Agricultura do Brasil, a intenção da parceria é aprofundar a cooperação no desenvolvimento de organismos transgênicos. A proposta brasileira é que a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), que tem um escritório no território chinês, atue como parceria.

“A única forma de dissipar o medo em relação a transgênicos é pesquisarmos juntos”, comentou a ministra Kátia Abreu, de acordo com a nota oficial.

Ainda de acordo com a pasta, os Ministérios da Agricultura decidiram ainda firmar uma cooperação para troca de dados e informações sobre suas cadeias produtivas. E iniciaram conversas sobre uma possível adoção de acordos tarifários, nos moldes do que é reconhecido pela Organização Mundial do Comércio.

Fonte: Globo Rural

Sobre o autor

Deixe uma resposta

*

captcha *