Leilão de café é remarcado para o dia 8 de junho

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) remarcou para a próxima segunda-feira (8/6) dois leilões de café dos estoques oficiais. As operações estavam previstas para esta quarta-feira (3/6). Segundo a Conab, foi preciso mais tempo para discutir o preço da operação, que deve ser divulgado até dois dias antes da data da negociação.

Para o primeiro leilão, está prevista a oferta de dois lotes de café arábica da safra 2008/2009, colocados no armazém da Conab em Vitória (ES). Ao todo, são 78,892 toneladas (1,314 mil sacas de 60 quilos). O preço de abertura foi definido em R$ 4,83 o quilo, o equivalente a R$ 289,80 a saca.

Para o segundo leilão, o produto foi dividido em 15 lotes, totalizando 1,001 mil toneladas. Do total, 14 estão no Paraná (5,96 mil sacas) e terão preços de abertura de R$ 4,26 o quilo ou R$ 255,60 a saca de 60 quilos. Não há a indicação sobre o ano-safra dos lotes. Segundo a Conab, como são cafés mais antigos, de qualidade inferior, foi feita uma mistura de grãos de vários anos, mas com a mesma especificação.

O outro lote, de 10,7 mil sacas, está em São Paulo e terá preço de abertura de R$ 4,76 o quilo (R$ 285,60 a saca). Está indicada apenas a safra: 1993/1994. Ainda conforme a Companhia, foi feita uma mistura de cafés de diferentes especificações, mas de um mesmo ano, sendo também um produto considerado de qualidade inferior.

Os estoques de café estão em 1,587 milhão de sacas de 60 quilos, de acordo com os dados da Companhia Nacional de Abastecimento. A maior parte está em Minas Gerais: 1,351 milhão. Depois aparecem São Paulo (178,49 mil), Paraná (29,85 mil) e Espírito Santo (15,29 mil sacas).

Sobre o autor

Deixe uma resposta

*

captcha *